Alopécia Areata, Difusa, Seborreica e Cicatricial.

    Mesmo sendo a Alopécia Androgenética Masculina e feminina a maior causa de calvície entre homens e mulheres em todo o mundo, existem ainda outros tipos que também merecem nossa atenção. Abaixo, relacionamos os tipos mais comuns, suas características, fotos e prováveis causas. Estas também podem afetar tanto homens como mulheres e crianças, embora sejam ainda mais frequentes entre o sexo feminino.

Alopécia Areata

   Na Areata, o cabelo da pessoa começa a cair formando pequenas ou grandes áreas sem cabelo geralmente em formatos arredondadas sem demais alterações. A pele fica lisa e brilhante e os pelos ao redor saem facilmente se forem puxados.  Quando  o paciente perde todo o cabelo da cabeça, chama-se alopecia areata total, podendo também ocorrer a do tipo areata universal, onde caem  todos os pelos do corpo, sendo estes dois tipos, os mais raros.  Mesmo perdendo todo o cabelo, há chance dele crescer novamente porque a doença não mata os folículos pilosos, apenas os mantêm inativos. Quando esta ação de inatividade cessa, há nova produção de pelos.

  Essa não é uma doença contagiosa e nem apresenta outro sintoma além da perda de cabelo, ocorrendo geralmente no couro cabeludo ou barba em forma circular. Ela também pode ser imprevisível, onde o cabelo cresce, podendo voltar a cair novamente mais tarde ou ainda crescer e não cair mais. Quando os cabelos renascem podem ser brancos, voltando a sua coloração normal depois. Quadros infecciosos, traumas físicos, fatores emocionais, doenças autoimunes como vitiligo, distúrbios da tireoide e anemia perniciosa podem desencadear ou agrava-la ainda mais.

  Por afetar a estética, o maior dano é de ordem emocional podendo ser ainda mais grave em crianças devido a discriminação sofrida, sentindo-se excluídas dos grupos de colegas. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o tratamento consiste “em estimular o folículo a produzir cabelo novamente até que a doença desapareça”.

Alopécia Areata Feminina - Foto1     Alopécia Areata Feminina - Foto2    Alopécia Areata Infantil - Foto3

Alopécia Areata - Foto 4    Alopecia Areata - Foto 5    Alopecia Areata na Barba

Fotos de Alopécia Areata

.

Alopécia Difusa

   Na forma Difusa, ocorre a queda de cabelo igualmente distribuída, causada por vários fatores como infecções, agentes químicos, desordens endócrinas (Hipotireoidismo, hipertireoidismo, diabetes, gravidez, função hepática diminuída, doença crônica severa e deficiência nutricional. Como sua origem pode ter várias causas,  requer mais  critério de um especialista, afim de diagnosticar com precisão sua origem e administrar o tratamento que melhor se aplica a cada caso.

alopecia-difusa-foto1    alopecia-difusa-foto2    alopecia-difusa-foto3

Fotos de Alopécia Difusa

.

 Alopécia Seborreica

    As glândulas sebáceas, responsáveis por produzirem o sebo ou gordura podem aumentar sua produção além do normal, gerando tornando o cabelo opaco e gorduroso o qual fica sem força nem volume, podendo chegar a provocar coceiras, caspa  e irritações no couro cabeludo podendo tornar-se uma dermatite ou inflamação seborreica, em casos mais extremos. Nessa fase podem ocorrer descamações mais intensas, seguidas de vermelhidão em outras áreas como face, sobrancelhas, cantos do nariz, coro cabeludo e colo. As causas ainda desconhecidas, podem ser de origem genética ou agentes externos como fadiga ou estres emocional, alergias, tempo frio e  excesso de oleosidade.

alopecia-seborreica-1    alopecia-seborreica-2    alopecia-seborreica-3

Fotos de Alopécia Seborreica

 

 

Alopécia Cicatricial

   É provocada por problemas de saúde que contribuem para danificar os folículos capilares de forma permanente e irreversível, tornando-os incapazes de produzir fios. Ocorre basicamente em duas situações: O folículo capilar é alvo de uma reação inflamatória destrutiva ou outros fatores agressores como radiação, tumores ou queimaduras, por exemplo. Além da queda de cabelo, costumam apresentar coceira, ardência, dor, vermelhidão ou formação de placas ou pústulas unindo várias áreas calvas podem se fundir à medida que a doença avança apresentando um aspecto “liso”, já as aberturas dos folículos, por onde os fios saem vão desaparecendo. Sem comprovação com herança genética, podem ocorrer em mulheres homens e crianças de todas as idades, sendo menos comuns em criança.

alopecia-cicatricial-1    alopecia-cicatricial-2    alopecia-cicatricial-3

Fotos Alopécia Cicatricial

.

   Pelo exposto acima, nota-se que a maioria das quedas de cabelo tem sua origem nos folículos capilares que sofrem a agressão de um agente químico, simultaneamente relacionado com a testosterona e o DHT, comum em destruir o folículo capilar pela raiz,  conforme mostrado detalhadamente em 5 Alfa Redutase X DHT Alto. Para saber como inibir esse processo de transformação da testosterona em DHT de forma e saudável (sem efeitos colaterais), revertendo a calvície no menor tempo e pelo menor custo possível diante dos métodos alternativos disponíveis, veja a página VENCENDO A CALVICIE no menu acima.

Compartilhe!
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus